Make your own free website on Tripod.com

Wicca é a religião não dogmatica

 

O que é Wicca?Ah, por favor, não vamos nos perder em considerações vagas sobre "há mil wiccas diferentes", "essa é a sua versão de wicca, etc". Existe algo que e´ praticado por mais de doze milhões de pessoas no mundo que se chama Wicca e ela tem algum conteúdo para podermos defini-la, concordam?É muito simples, falemos da wicca em geral, o que alguém tem que fazer para poder dizer "Eu sou um wiccaniano" ( independentemente de tradições, formalismos, etc). Quem pratica wicca:

1) Cultua a Deusa Tríplice e seu Consorte, vendo na natureza e seus ciclos sua essência e respeitando a vida como valor máximo;2) Adere ao dogma da Arte ( faça o que quiseres se a ninguém prejudicar);3) Submete-se à Lei Triplice;4)Sabe que só é wiccaniano quem é iniciado - ou seja, a prática é iniciática. Não há leigos na wicca. Só há gente que já é iniciado ou está se preparando para uma iniciação.Bem, e quem é um wiccaniano?Uma sacerdotisa ou um sacerdote da Deusa e do Deus. Se a Wicca é algo iniciático e essa iniciação cria SACERDÓCIO ( e não existe ninguém que afirme o contrário) como pode deixar a wicca de ser uma religião?Na wicca não há Igreja, no sentido de órgão politico-religioso, como organização e sede central, mas isso não tira dela o conteúdo de religião.A wicca é religião porque é a forma que nós escolhemos de re-ligar-nos à divindade criadora...Ora, se ela é um sistema completo desse religare (oriegm etimológica da palavra religião), com contornos próprios e é iniciática formando Sacerdotisas e Sacerdotes, como se pode afirmar que ela não e´ uma religião?Fora das religiões algum outro tipo de associação forma sacerdócio? Obviamente a resposta é negativa, embora haja correntes minoritárias na wicca que a professem.Alguns defendem a idéia de que a wicca é apenas um sistema mágico, o que leva à conclusão que uma pessoa pode praticar wicca e ter outra religião... Essa idéia podia até ter sentido no início da wicca, quando não se havia ainda estabelecido a Thealogia (estudo da Deusa) que é sua base atual sedimentada na década de 70 e 80. Mas essa idéia vem perdendo cada vez mais adeptos e certamente se extinguirá. Que sentido tem alguém dizer "sou um sacerdote da Deusa" mas sou cristão, espírita, budista, muçulmano?????

Um sacerdote é alguém que é investido pelos deuses que cultua de poderes especiais... Como é possível pertencer a um movimento iniciático que cultua deuses e ainda querer dizer que ele nada tem de religião??? O que é religião então??? Se a resposta for que religião é a igreja nos moldes do patriarcado, pelos Deuses! Está na hora de urgentemente essa pessoa mudar seus conceitos que ainda são cristãos e retilíneos...Vencida a idéia do ser ou não uma religião, que sempre me parece uma hipótese de há muito superada pela realidade da wicca no mundo, vamos falar de dogmas.Falamos que " A wicca é uma religião não dogmática" e depois dizemos que existe um "dogma da Arte". Isso e´ uma contradição?Não, isso só revela que a palavra dogma foi empregada em sentidos diferentes.Quando dizemos que a wicca é uma religião não dogmática estamos falando do dogma do modo que ele é entendido pelos cristãos. O que é um dogma da igreja católica? É uma verdade de fé. Uma coisa que não tem qualquer explicação lógica mas que se vc for católico não é autorizado a discordar. Por exemplo: para católicos, Maria concebeu Jesus sem deixar de ser virgem e pariu sem ter rompido o hímen. Um absurdo completo do ponto de vista da impossibilidade material certo? Mas católicos tem que acreditar nisso, que é o dogma da permanente virgindade de Maria. O mesmo ocorre com o dogma da infalibilidade do papa e assim por diante.Isso não há na wicca, não há verdades de fé.O dogma da Arte, chamado originariamente de Wiccan Rede, não é uma verdade de fé, é simplesmente uma regra que não se discute, só se obedece. É uma norma a ser seguida por todo mundo que deseja ser wiccaniano, não se pode discutir isso. É um contrato de adesão, ou vc aceita ou não entra na wicca, só isso. Perceberam a diferença do sentido da palavra dogma? É uma regra inafastável, não uma verdade de fé absurda à luz da razão.Há outras regras na wicca que decorrem de sua natureza e também não podem ser mudadas. Por exemplo: eu não posso querer praticar wicca desvinculada da natureza, não estarei praticando wicca se fizer sacrifícios de sangue ( porque a wicca é a religião cujo valor máximo é a vida), não deverei entrar na wicca se não creio em algum tipo de reencarnação ( por causa do mito do eterno retorno, que decorre na crença dos ciclos eternos da natureza), não serei wiccan se não crer nos deuses e entregar minha vida a eles por amor (que é o sentido da iniciação)...Sou bem clara neste texto em resposta a algumas críticas que já recebi de que "só eu fico dizendo o que é ou não é wicca". Dai me chamarem de dogmática e isso é a ultima coisa que eu sou, os que me conhecem sabem disso. :)Não se pode discutir a forma do culto, o que cada um escolhe fazer, desde que esteja de acordo com o básico acima exposto. E na verdade é tão pouco, não acham?Para chegar às conclusões que expus acima, tenho que declarar que basta alguém olhar o que é a wicca no mundo hoje para saber que se trata de um simples exercício de raciocínio... Como vivem os wiccanianos? Que fazem? Quais as semelhanças que podemos observar além dos múltiplos individuais? Minhas respostas só se baseiam nisso.Por fim, sem dogma algum, vejo esse assunto com total tranquilidade. É tão simples... Você entrega sua vida à Deusa e seu Consorte e eles fazem o Caminho. Há uma liberdade tão ampla dentro do que expus acima e as regras são tão poucas que sempre me espanto com o quanto as pessoas ficam repetindo esse lance de dogma X liberdade...