Make your own free website on Tripod.com

Sabath de Beltane

Data : Por volta de 31 de Outubro no Hemisfério Sul e 01 de Maio no Hemisfério Norte

Nomes Alternativos : Véspera de Maio, Rudemas, Giamonios

Cores : Vermelho, Branco e principalmente o Verde

Símbolos : Cestas, Flores, Maypolle

Cristais : Esmeraldas, Safira, Topázio

Alimentos : Salada de Ervas, Bolo de Cerejas

Bebidas : Vinho, Suco de Uva e Laranja

Frutas : Todas as de Cores Vermelha e Verde

Incensos : Olíbano, Rosa e Jasmim

- Material necessário para realização do Sabath :

Caldeirão com Álcool

1 Ramo de Artemísia

Diversas Velas Verdes

Incensos de Rosas

Taça com Vinho

Athame

1 Vela Branca, 01 Vela Preta e 01 Vela Vermelha

Maçãs e Bananas

Estaca

- Procedimento :

As bananas devem ser colocadas em um prato que ficará sobre o altar, juntamente com a taça de vinho e o ramo de artemísia. Espalhe as velas e os incensos pelo local onde será realizado o ritual e acenda-os.

Faça um triângulo ao redor do caldeirão com as velas branca, preta e vermelha, acenda o álcool que esta dentro do caldeirão e as velas. Com a estaca na sua mão de poder percorra todo o círculo mágico consagrando-o de forma habitual, após abençoa-lo diga :

Chamo pelo Deus da Colina, Senhor das Matas e dos Animais

Chamo pelo Deus Fecundador da Terra

Chamo pelo Rei das Florestas, Pai da Vida, Senhor do Nascimento e do Renascimento

Chamo pelo Deus dos Bosques e Montanhas

Chamo pelo Protetor da Fauna e da Flora

Chamo pelo Cervo dos 7 Galhos, detentor da Sabedoria

Que ele venha fertilizar a Terra para que o solo e todos os seres do mundo sejam abençoados.

Comece então a andar em volta do caldeirão sempre com a estaca na mão dizendo interruptamente :

Senhor dos 7 Galhos, Fertilizador, Fogo Divino resplandecência eterna.

Quando sentir que sua consciência esta alterada pegue o ramo de artemísia dirija-se até o caldeirão mentalize a Deusa e o Deus à sua frente, eleve o ramo aos céus dizendo :

Deusa da Lua e Deus do Sol, louvo todos os espíritos guardiões e aqueles que foram antes de mim. Abençoem os Guardiões deste lar de acordo com o que lhe é devido. Dou graças pelos Guardiões deste lar pela colaboração e proteção.

Jogue o ramo dentro do caldeirão para que assim ele queime nas chamas então diga :

Este é meu símbolo de reverência e agradecimento, pois no ato da morte esta a promessa do renascimento.

Feito isto dirija-se até o altar, pegue a taça com a mão esquerda e o athame com a mão direita levantando-os acima da cabeça em sinal de apresentação dizendo :

Eu invoco a Deusa do Círculo do Renascimento a Doce Senhora que fecunda a Terra

Que este vinho sagrado seja abençoado

Este cálice representa o ventre da Mãe, símbolo da perpetuação da vida.

Eu invoco o Deus Cornífero Senhor dos Bosques e dos Animais para que abençoe este athame, símbolo masculino da fertilidade e sabedoria.

Mergulhe a lâmina do athame no líquido da taça dizendo :

Pela taça e pelo athame

Que este vinho seja consagrado

Eu uno o masculino e o feminino para trazer bençãos, prosperidade, amor e sabedoria.

Pela terra e pela água, pelo ar e pelo fogo que o círculo da vida jamais se quebre.

Retire o athame da taça e coloque-o sobre o altar, tome um gole do vinho e despeje um pouco no chão dizendo :

Que os Antigos Deuses abençoem esta libação pois ela é feita em sua memória para que possamos retornar quando chegar o devido tempo.

Coloque a taça no altar e desfaça o círculo de forma normal.